Tarte de maçã rápida

Esta tarte de maçã pode ofender alguns cozinheiros... sim, leva um creme de pasteleiro instantâneo. Eu sei que não é uma "boa prática" para os mais conservadores. Sei que não é muito (nada) saudável (se bem que a quantidade não é muito grande). Sei que pode ser preparada com outro creme... mas esta foi mesmo com creme de pasteleiro instantâneo (à venda nas lojas de produtos para pastelaria) e a verdade é que fica divinal.  
Afinal de contas, quem é que nunca se lambuzou com o creme de uma bola de berlim das pastelarias? De vez em quando não é regra e não faz assim tão mal :) Leva a maçã para o estrago ser menor. Nas dicas, dou algumas alternativas para aqueles que forem 100% contra este atalho!
Poucos ingredientes, pouco tempo de preparação e grau de dificuldade igual a zero
Tarte de maçã
Tarte de maçã
Tarte de maçã
Ingredientes (12 pessoas)
1 massa folhada rectangular
3 maçãs
100 g de preparado para creme de pasteleiro
100 g de açúcar
333 ml de água
1 colher de sopa de geleia
canela qb (opcional)

Preparação
Retirar a massa folhada do frigorífico e ligar o forno a 220 graus.
Preparar o creme de pasteleiro segundo as instruções da embalagem. Este que usei, basta juntar o preparado em pó do creme ao açúcar e à água e bater com a batedeira eléctrica durante uns 2 ou 3 minutos.
Descascar as maçãs e fatiá-las finamente.
Dividir a massa folhada a meio, dispor o creme de pasteleiro com uma colher, deixando uma borda a toda a volta. Polvilhar o creme com um pouco de canela,
Dispor as fatias de maçã, sobrepondo-as. Depois de ir ao forno, a maçã geralmente encolhe um pouco, assim sendo, convém usar bastante maçã.
Levar ao forno até ficar douradinha como a da foto. Cerca de 25 minutos costuma ser suficiente.
Assim que estiver cozinhada, retirar do forno. Levar 1 colher de sopa bem cheia de geleia ao microondas, até derreter. Pincelar a tarte ainda quente com a geleia derretida (também quente).
Deixar arrefecer ou comer ainda morna com uma bola de gelado :) Fica crocante e simplesmente deliciosa.

Dicas
Pode fazer-se com massa folhada redonda.
Pode usar-se um creme de pasteleiro à laia do que usei na tarte de morangos ou mesmo uma compota de maçã ou mesmo uma mistura de açúcar, canela e manteiga.
Pode pincelar-se com um preparado próprio para pincelar tartes, mas a geleia que costumo aqui usar (geleia de marmelo da Casa de Mateus) fica óptima.
Gosto de usar maçã Golden ou Granny Smith ou uma mistura de ambas

Receita minha (basicamente uma não receita)

Download da receita em PDF



Comentários

  1. Respostas
    1. Tenho que fazer novamente, brevemente. Adoro :)

      Eliminar
  2. Olá Sílvia, eu realmente tento sempre fazer tudo do zero, mas para quem não tem muita paciência, é uma opção deliciosa, e de vez em quando, não faz mal a ninguém ! e tem toda a razão quando fala das bolas de berlim de pastelaria : infelizmente, e cada vez mais, essas utilizam produtos pré-prontos cheios de exaustores de sabor, corantes, etc.... é uma pena, pois a maioria dos clientes acha que por ser de pastelaria é sinónimo de caseiro, e na realidade é cada vez mais industrial... beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sónia :) É verdade, na maior parte das pastelarias os "pozinhos mágicos" são muito utilizados. Há excepções, no entanto! Ao pé do meu local de trabalho, abriu uma confeitaria com doces tradicionais/conventuais de Amarante que são uma perdição. Já lá existiu também uma pastelaria francesa, a Boulangerie de Paris, que tinha doces como aqueles que a Sónia faz. Existe lá actualmente uma casa que tem também assim uns doces do género dos seus... tartes a sério com framboesas e morangos e creme patissiere, mas não existem casas destas por todo o lado :) Beijinhos

      Eliminar
  3. Olá Sílvia! Vim cuscar o seu cantinho e está de parabéns. Já fiquei seguidora.
    Ps: deixei-lhe resposta ao seu comentário no meu blog :)
    bjinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Ratolinha! Ainda estou a dar os primeiros passos. Muito obrigada por se tornar seguidora. Penso que daqui a 2 semanas, já conseguirei actualizar com maior frequência. Já fui ver a sua resposta. A próxima que eu fizer, fotografo e envio-lhe... já olhei para os seus mil folhas (http://ratolinha.blogspot.pt/2012/02/pastel-mil-folhas.html) uma data de vezes. Vamos ver se farei esses ou outra coisa qualquer :) Beijinhos

      Eliminar
  4. Eu esta já provei que já fizeste num famoso jantar em casa do Drug (certo?).
    Ai... é tãoooooooooooooo boa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É essa mesma, Padruga! E que belo jantar foi esse :) Beijinhos.

      Eliminar

Enviar um comentário

Obrigada pela visita!